O Iê-Iê-Iê do Celular

Padrão

Baixei o santo da Jovem Guarda, com a ajuda do Chico Xavier, e saiu o seguinte:

Ela me ligou no celular
Ela me ligou no celular
Ela tava afim de namorar
E quis saber quando eu ia voltar
Pro nosso doce, doce lar
Ela me ligou no celular

Eu estava lá no marginal
Eu estava lá no marginal
Caia uma chuva infernal
E o trânsito andava não
O Tietê ainda cheira mal
Eu estava lá no marginal

Quando ela fica muito longe de mim
Eu perco o meu hroquenróóóóó
Estou desesperado para a sintonizar
Socorro, Oi e Vivo e Claro! Tenham dó!

O guarda ele quis me autuar
O guarda ele quis me autuar
Me disse que até ia ajudar
O prefeito a se candidatar
E o outro candidato eliminar
O guarda ele quis me autuar

CPTM anda devagar
CPTM anda devagar
Demora ainda muito pra chegar
Mais não demora para superlotar
Olhem, eu não vou os enganar
CPTM anda devagar

Quando ela fica muito longe de mim
Eu perco o meu hroquenróóóóó
Estou desesperado para a sintonizar
Socorro, Oi e Vivo e Claro! Tenham dó!

Arme-me a rede no quintal
Arme-me a rede no quintal
Esqueça a Brahma, traga-me um sal
De frutas que eu tô passando mal
E bota aí aquele som da Gal (ao todo vapor)
Arme-me a rede no quintal

Ela prefere mesmo o iê-iê-iê
Ela prefere mesmo o iê-iê-iê
Do samba ou do forró nem quer saber
E menospreza o Ilé Ayê
Dos Beatles gosta mais do “Yesterday”
Ela prefere mesmo o iê-iê-iê

3 comentários sobre “O Iê-Iê-Iê do Celular

Os comentários estão desativados.