Berlusconi: Soco no Bloco de Eu Sozinho

Padrão

Deu no blog de Noblat.

(Isso: Eu leio o PIG. Noblat — assim como Zé Dirceu e Cesar Maia Nua e Vestida, deixando a política ao lado — é um ótimo blogueiro. São todos instigantes e bem escritos, até com eventuais sofismas e factóides, fazendo recomendável o uso de filtro mental.)

A imprensa italiana noticiou há pouco que um homem deu um soco no rosto do primeiro-ministro Silvio Berlusconi durante uma reunião em Milão neste domingo, 13. O premiê da Itália foi prontamente retirado de carro do local, logo após cair no chão.

Comentário: Imagem digna do pintor Francis Bacon. Lembra o papa gritante dele.

Mais ninguem merece, nem o alegado Primeiro Rufião da República da Cosa Nostra …

Falando nisso, deixa-me aproveitar para apontar que o assaltante foi, mais uma vez, uma pessoa sofrendo de doença mental, assim como o homem que matou John Lennon e o anti-herói do Apanhador na Centéia que o inspirou.

Em muitos paises, como nas grandes cidades dos EUA, do qual eu sou cidadão, os doentes mentais continuam formando a maioria de moradores de rua.

(Aí, sim: o doido é doente. Porque doi, e esse dor merece nossa compaixão.)

Aposto que uma pesquisa mostraria que é o fato tambem na Praça da Sé, aqui na Samboja, SP.

Fala alto da falha das políticas de saúde pública (o quê, para não ser partidária, podia até ser utilizado contra o presente governo, como apontam estrategistas da oposição).

Até os partidários de Reagan hoje reconhecem que o ato mais mal-avisado do governo do melhor amigo de Bonzo foi abandonar todos os sofridores de esquizofrenia a sua própria sorte, fechando as instituições públicas que antes cuidavam deles.

Resultado: O pobre diabo, achando a moça bonita um anjo de inferno, empurra ela sob as rodas do trem no metrô de Nova York. Deu no Post de Rupert Murdoch, com direito a capa, sangue e manchete gritante.