As Redes Políticas Tupiniquins: Um TXT Sobre Robôs

Padrão

Projeto de hoje: mandar meu triste robô Trystero navegar quatro redes

  1. PT.ORG.BR
  2. PSDB.ORG.BR
  3. MOBILIZAPSDB.ORG.BR
  4. DILMANAWEB.ORG.BR

Vamos fixar o limite em 600 URLs.

Objetivo autodidáticos:

  1. O estudo da variedade de vários arquivos «robots.txt», se possível, assim como arquivos FOAF e XFN
  2. A aplicação de algumas novas técnicas de «mineiragem de dados»
  3. Acrescente dadoso ao base de dados de agências praticando marketing político para as várias tendências políticas

No fim, quero aperfeiçoar meu modelo de campanhas políticas em rede. Veja também

Uma pena, todos os programas de «mineiragem de textos» especializados em lusofonia tropical serem programados exclusivamente para Windows.

Eu odeio WINE, mas ouvi falar que estaria progredindo.

Processando enquanto eu faço algo útil …

Em Andamento

Pretendi navegar as redes PSDB e DEM juntas, mais o PSDB.ORG.BR é um condomídio fechado. Vai ter que ficar fora até eu conseguir com que meu robô imigre através da Tríplice Fronteira.

Alguns Resultados

Ora, entenda-se no começo que são os resultados de uma visita com um robô, com limite de 600 URL.

Fatos estruturais poderiam explicar, por exemplo, a diferença entre o número de sites no «ambiente de enlaços» de determinado site.

É meio cru, mas estabelece uma marca comparativa, pelo menos.

Podemos constatar imediatemente, na campanha de continuismo, um preferência marcante, em comparação com o mudancisme, para

  1. sites ponto gov ou o equivalente, e
  2. sites de candidatos individuais, ponto com

Quanto à categoria IDEOLOGIA, eu pretendo seguir a definição de OPENSECRETS.ORG: Assuntos gerais ou de natureza ideológica.

Fiquei em dúvida quanto ao Instituto Millenium, uma vez que na verdade é uma entidade de classe travestiada de uma fábrica ideológica. Melhor seria contá-lo duas vezes, em cada categoria.

On enlaços nessa categora dos dois sites examinados do continuismo são principalmente software livre e cultura livre.

Os dos sites do mudancisme reproduzem aquela «ecologia digital» internacional ideologico-realpolítiko do Instituto Millenium.

Ainda a Fazer

Preciso acrenscentar JPT.ORG.BR, a juventude petista.

Tiração de sarro do guru do PT para fazer uso — foi inevitável — da frase «Petista 2.0».

A Colheita na Fazenda de Faça-Clique

Agora, duas métricas para todos nós

  1. site:URL em GOOGLE.COM.BR
  2. site:URL em BLOGSEARCH.COM.BR

Interpretações

A contagem de laços não diz nada com respeito de se o conteúdo for positivo, negativo ou neutro, claro. Entre os primeiros laços sobre os DEM e PT, por exemplo, estão comentários altamente negativos.

Se me refiro ao maluco lobista do neo-TFP, Olavo de Carvalho, dando aula particulares de falaciasofia nos subúrbios de Washington, D.C., a referência não conta como endossamento. Mas assim será reclamando por muitos marqueteiros de « zumbido».

Ora, dado a sutileza da arte de SEO no Google, eu também teria cuidado com interpretações definitivas.

Ainda assim, presumo que utilizando a mesma ferramenta sobre tempo eu poderei comparar resultados de maneira relativa.

Nesse momento, meu palpite é que os sites do PT apresentam um «thread count» mais denso — um tecido mais intensivamente tecido.

Ah, e também tenho essa ferramenta bacana de Google Chrome, agregando várias métricas.

Deve haver para Firefox também.

A última vez que eu lancei IE foi logo após o lançamento de Firefox 0.0.1.alpha, ou até antes, no parto do projeto Mozilla.