Pano Rápido: A Juventud-e Mobilizada Hoje

Padrão

Galera da Dilma e Proposta Serra sendo as novidades da situação e oposição, respectivamente — montadas pelas agências Pepper e Loops, respectivamente — na campanha online, faço um registro burocrático do que pode ser dito sobre ambos, do ponto de vista viral.

Nenhum do dois está varrejando a planeta como a gripe espanhola, seja dito.

Pode ser, porém, que a hora de crescimento exponencial — do estouro da epidemia — ainda não chegou. Vamos voltar em plena campanha para medir de novo.

Observe-se um efeito «câmara de eco» marcante no caso de CARECA@NING. Mobiliza-se somente os já moblizados, até agora.

(Talvez seria justo chamar a Dilma de candidata careca tambén, uma vez que sofreu o efeito colateral de quimoterapia. Os cabelos cresceram de volta já, porém. Vamos ficar com os candidatos «continuo» e «mudotudo»)

Dos 1.200+ «inlinks», ou seja, repercussões por outros sites, da comunidade de Ning do candidato, 1.027 vem de sites partidários oficiais, com o maior multiplicador sendo o Blog Democratas (487).

Tem um grau de entrecruzamento devido ao domínio joseserra.psdb.org.br, uma vez que os números vem de

grep -c psdb psinlinks.tsv
grep -c democrata psinlinks.tsv
grep -c joseserra psinlinks.tsv

Cadastrando-se no site colaborativo depende de aprovação prévia do moderador.

Estou aguardando para saber se eu for aceito, após me identificar como um pesquisador apartidário estrangeiro, sob meu próprio nome e um aniversário falso — o de Carmen Miranda — que de fato cai no mesmo dia.

Odeio ser indagado sobre minha idade.

Tem um critério partidário e demográfico para entrar no shopping de inovação?

Durante a campanha Bush 2004, ingressos a eventos de campanha foramcondicionados pela assinatura de um documento identificando o quadro como apoiador da reeleição. Independentes como eu não estavamos bem-vindos.

Oba, fui aceito com antropólogo marciano.

Tenho a impressão da aprovação ser automatizada.

Não pretendo repercutir minha afiliação no Twitter, uma vez que meus seguidores são quase todos gringos. Ambos deles.

Tenho anticontinuistisas entre os amigos, mas muitos deles são igualmente antimudancismo. Bando de anarcocapitalistas e anarcoanticapitalistas rabujentos e confusos. Minha gente.

Uns 30 repercussões viram do site Opinião Pólitica, que mora em um condomínio vertical  de servidores DNS virtuais com TWITTERANK.COM.BR e TUDOSOBREPOKER.NET, segundo ROBTEX.COM..

Segundo um WHOIS simples, no entanto, o site mora no POLITCARN.COM.BR, com cadastro por Wild West Domains.

Ah, tá: o servidor 187.45.210.74 tem um legião de nomes, entre eles ns1.plesk47.hospedagemdesites.ws, um endereço já visto em algum lugar ….

Outro multiplicador do SERRA DE NING que não consta nos resultados de Yahoo foi a Fundação Adenauer, sucursual tropical do Konrad-Adenauer Stiftung de Alemanha,

Este  figura com destaque na ecologia digital dos jovens Wethers da JUVENDEM do sul do Brasil, como já notamos.

O Stiftung também  figura entre os parceiros do NDI, a fundação apartidária do Partido Democrata dos EUA, ao lado de USAID, STATE.GOV, Fundação Friederich Naumann, LIBERAL-INTERNATIONAL.ORG …

Dos mais que 4.000 repercussões da Galera, segundo o mesmo serviço de Yahoo, o maior multiplicador foi o DILMA13.BLOGSPOT.COM, com 344.

Os métodos de marketing viral observados são parecidos, que não chega a surpreender. Loops, Pepper …. todos filhos de Faith Popcorn.

  1. Posta uma nota de blog
  2. Posta no Twitter e Facebook que postou no blog
  3. Repercute a nota de Twitter e Facebook no AddToAny ou que seja
  4. E assim por diante

Adenauer, Harvard e a FGV

Ora, pensando em voz alto sobre trechos de redes recolhidos mais ainda não analizados, estou achando interessante o Centro para Tecnologia e Sociedade do FGV, quanto a esta ligação Harvard-Instituto Millenium-Adenauer.

O CTS-FGV, presido por Ronaldo Lemos, também presidente de Creative Commons Brasil, não passa de um clone do movimento ciberlibertário sediado na Harvard, com projeto afiliado na Oxford também..

Eu achei supreendente o CTS-FGV não servir como um agregador de projetos no mesmo sentido no Brasil, como eu esperava. Tem movimentos, por exemplo, contra a Lei Azeredo, mas aparentemente sem articuladores nativos sérios e com perfil público, tipo uma EFF.ORG.BR.

Que negócios poderia ter a FGV, por exemplo, com a empreiteira militar Harris Corp., especializado, entre muitas outras coisa, na construção de infraestrutura para mídia eletrônica em zonas de guerra e estados falhos?

O fato do laço não diz respeito à natureza de um eventual relacionamento, é claro, mas desperta curiosidade. Vou fazer uma indexação para saber do teor da referência.

Em destaque na página do CTS, entretanto, são os blogs dos idealizadores do projeto Global Voices Online, Rebecca MacKinnon — se diz ex-produtora de CNN arrependidad virada padroeira de samizdat digital — e Ethan Zuckerman, fundador de Geekcorps e ex-vice da empreteira que comprou o projeto, modelado no Peace Corps, que pretendia levantar fundos para  infraestrutura de grife — os doadores sendo donos do grife — em estados falhos e zonas de guerra perpétua.

Quando o Novo Estado Novo desabar sob seu próprio peso, como os hegelianos-trotskistas dos neocons sabem ser inevitável,  os do CTS-FGV estarão presentes no aeroportao para cumprimentar os equipes militares-civis trazendo economia-politica  do livre mercado de microondas ao Índio Not Tupy.