O Sumiço do Instituto Tancredo Neves

Padrão

Agora que eu tenho o lazer de rever os dados da nossa Grande Aranhação, uma exploração robotizada da rede política brasileira nesse ano eleitoral, eu quis expor mais uma regra implícita da Nueva Politica.

Instutitos de pesquisa aparecem e somem numa pisca do olho

O próprio nome — «instituto», do latim, sto, stare — sugere solidez, permanência, institucionalidade.

Marca presença como a raíz do verbo stay, em inglês — «permanecer» e parte do significado do escorregadiço «ficar».

Nem sempre é o caso.

Às vezes, trata-se de algo muito mais efémero e movediço.

Eu posso chamar meu gato de Rover, mais nem por isso começará a latir.

O Instituto Tancredo Neves, por exemplo, já sumiu, embora durante a primeira iteração da nossa aranha exibia ligações abrangentes com um certo setor do movimentarianismo político.

Acho o fato interessante.

Por quê será?

Será que alguém desautorizou o uso do nome merecidamente saudoso de Neves, por exemplo?

O site funcionava entre o agosto de 2000 e junho de 2008, segundo o ARCHIVE.ORG, acima. Este arquivo, porém, costuma atrasar entre seis meses e um ano no arquivamento — aranhação — de sites.

 

Em 2000, faz menção do Prêmio Luis Carlos Magalhães de 1998, sugerindo um existência anterior à sua interexistência. Não trata-se de um prêmio pelo major projeto de lei visando a rehabilitação de viciados em cocaína, como talvez fosse de esperar.

Acima, de 2005.

Já cruzamos com o responsável do site agora inexistente, o David Baker, que consta de militante e autoridade do Partido Democrata de longa data.

Veja

David Baker realmente consta entre a diretoria nacional do partido como representante do Distrito Federal — vitrine da campanha de moralização nacional pela qual o partido é merecidamente conhecido.

Por ocaso, então, o sumiço do Instituto parece coincidir com o sumiço da campanha «pague um careca e leva dois» e a cobertura da Operação Caixa de Pandora.

Em uma visita ao endereço em junho de 2008, anunciava-se uma nova página da Fundação Liberdade e Cidadania, acima.

Como apontamos na época, esse David Baker representou o partido na ação de cassar Arruda por infidelidade no TSE.

A audiência ocorreu às 10h20, no Salão Vermelho do Tribunal. Além do ministro José Delgado, estiveram presentes o subprocurador-geral da República, Francisco Xavier Pinheiro Filho, o advogado do Democratas, Thiago Fernandes Bovério, o representante do partido, David Baker, e a advogada do deputado Walter Brito Neto.

Em uma palestra de 2002, do congresso «América: Terra de Utopias», David Baker aparece como responsável pelo site do antigo-mesmo PFL, que funcionava entre 1997 e maio de 2008.

O partido Democratas continua com o cadastro — caso vocês pensavam em fundar a ONG Proteja a Flora do Litoral.

Do ponto de vista técnica, o interessante aqui é o complexo de servidores que hospeda várias entidades partidárias e “como se fossem apartidárias” deste movimento repentino entre “nostruomo Arruda” e “Arruda não é consosco.”

Aqui, talvez, acharemos as pegadas de algo mais permanente.

Se bem que o partido segue nas pegadas do Bom e Velho Partidão dos EEUUA — yspsilon! — haveriamos de observar um estratégia digital parecida, no sentido de fundamentar a interentidade partidária por meio de um domínio comercial — o famigerado GOP.COM, pelo qual passou os dados das eleições estaduais de Ohio 2004, antes de serem divulgados pelo secrentário do estado.

Coma já oberservamos,

Um sinal de teste enviado ao dominio DEM.ORG.BR liga para casa desde a cidade Houston, no estado de Texas, e depois some sem deixar rastros.

Vamos ver. Seguem anotações soltas.

tiodude@lengalenga:~/crawls$ ruby traceviz.rb openinternet.com.br opendf.com.br opengate.com.br > open.dot

  1. OPENDF.COM.BR
  2. OPENINTERNET.COM.BR
  3. OPENGATE.COM.BR

processando …

Pães e Peixes e Polisemia?

Parece ser uma única empresa com tres razões sociais — ainda temos que confirmar o fato na Junta Comercial, porém — todas hospedadas na rede da GVT.

Tem que aguardar um dia útil para receber os resultados da solicitação — No. 29323002

O sinal passa pelo centro de dados TERRANAP de Miami — antes de chegar.

NAP Of The Americas (50 NE 9th, Miami Florida) offers good connectivity Internet exchange for networks from North America to meet up with large South America Internet networks.

“Our exceptional performance in the second quarter is a direct result of our continued focus on execution and our leadership in providing best−in−class, highly secure infrastructure for enterprises and federal government agencies,” said Manuel D. Medina, Chairman and CEO of Terremark.

Conclusões

Ainda falta muito trabalho, mas podemos pelo menos perguntar se os servidores desse núcleo de hospedagem — com fortes indćios de ser um núcleo regional do capital federal — são condomínios comerciais normais ou servidores ideológicos, ou pode ser uma mistura dos dois.

Quer dizer, se os sites hospedados tenham algo em comum.

Exemplo: o site de Marcelo Godoy.

Este é sócio da agência publicitária G3.

Esta tem como clientes o Brasiliatur e o MP-DF, entre outros.

Trabalhamos aqui com um preconceito a ser testados: que grande número de escândalos políticos no Brasil envolve a indústria de propaganda.

E parece haver razões estruturais e institucionais para esse fato — verbas de R$250 milhões para divulgação das fazanhas do governo distrital num ano recente, por exemplo, a metade paga ao um único jornal, que parece ter estado em apuros financeiros na época.

Dever de casa: desvendar a infraestrutura partidária do DEM-DF — o que ainda não fizemos, seja dito. Culpa de preguiça.

Anúncios