O Direito ao Reabuso | Plágio na Veja?

Padrão

Resumo uma nota feita hoje para inglês ver sobre o alegado plágio cometido pela Veja.

O caso ficou interessante, entre outras razões, porque o autor da matéria original — que realmente foi colada e passada por Google Translator em vários trechos — depois virou o escritor de uma ONG ambiental patrocinado pelo governo norteamericano.

Atualização, 23 dez 2010: Veja a reação do autor da matéria original.

A matéria aparece no site da ONG — que aliás cede o direito ao reuso do seu conteúdo.

Embora isso, especificamente veda o reuso do conteudo de terceiros divulgado no site.

Eu escrevi ao autor para saber o que ele pensa.

Pode ser que a revista cedeu os direitos ao autor — coisa pela qual o NWU lutou muito — que por sua parte os cedeu à ONG.

Ou não. As notas do autor no sítio da ONG só  começam em novembro de 2009, e portanto ele deveria ter feito a matéria antes de ser contratado pela ONG.



É uma questão importante, deontologicamente falando.

Em qualquer caso, uma explicação mambembe da suposta “coincidência” por Jaime Klintowitz.

“De 10 títulos há 7 em comum, tem essa coincidência. Mas nossa principal fonte é a mesma da Scientific American, o Anthony Cortese. De qualquer forma, matérias sobre esses são [sic] assuntos são parecidas”, explicou.

Ah, isso explica tudo. Eu, hein?