«É a Vez do Brasil»

Padrão

O sócio-gerente de um escritório de advogacia mencionada na nota Os Gringos Are Coming explique porque a hora do Brasil finalmente chegou.

Andrew Janszky, sócio-gerente do sucursal paulista do escritório de Milbank Tweed, acredita que a vez do Brasil finalmente chegou..

Milbank, Tweed, Hadley & McCloy tem como sócio o antigo diretor da CIA e da FBI, William Webster. Este serve nos conselhos administrativos de duas empreiteiras militares, Diligence LLC e Global Options, Inc., assim como nos conselhos de várias ONGs graúdas na área de segurança global.

Outros sócios do escritório estão presentes nos conselhos do Instituto Synergos, o Council on Foreign Relations, e o National Legal Center for the Public Interest, entre outros — este último financiado pelos pesos-pesados da extrema-direita estadunidense, tal como as fundações Scaife, Olin e Bradley.

Recebe dinheiro para sus operações também de Philip Morris/Kraft — cigarros — Alcoa — alumínio — and ExxonMobil — petróleo.

“Os anos sessenta foram os anos dos técnico alemãos, nos setentas e oitentas os japoneses brilhavam, e depoio viram os tigres asiáticos. Tem sido a vez de China por dez anos agora,” diz o advogado. “Sinceramente acho que agora é nossa vez. Não faremos tudo sozinho, mas acho que temos a oportunidade de ser jogadores de peso.”

Nascido no Brazil, Janszky, eleito recentement uma Estrela Latinoamericano pelo Latin Business Chronicle, chefia o escrtiório de dez advogados desde abril do ano passaso, após uma carreira de 24 anos com Shearman & Sterling. Em 2003, junto com Richard Aldrich, estabeleceu o escritório de Shearman no São Paulo.

Se acreditar no artigo do Estadão ontem, o Brasil vai tropeçar em uma pedra no caminho: uma taxa alta de calote e informalidade na Minha Casa Minha Vida que daria em um crise de hipotécas podres — aos R$50 por mês.

Apenas seis meses depois de entregues as chaves, o primeiro empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida para famílias de baixa renda tornou-se uma espécie de assentamento urbano com comércio ilegal de apartamentos e abandono dos imóveis por falta de pagamento das prestações de R$ 50, colocando em xeque o programa xodó da presidente Dilma Rousseff.

Não sei não. Os cálculos de aumentos no IPTU dos paulistanos parece refletir uma certa loucura vista em outros episódios históricos, como a mania das tulipa — o tulpenwoede — nos Paises Baixos no começo do século XVII

Shearman já foi bastante premiado nos últimos anos:

Trabalhou

  1. na OPA da BOVESPA
  2. a fusão da BOVESPA e a BM&F
  3. uma oferta secundária da Gerdau
  4. o financiamento da expansão do Canal de Panamá

Vou tentar manter uma lista de sucursais de grande escritório pisando em solo brasileiro pela primeira vez. Daria bastante trabalh e atenção, acredito.