Estatísticas Até Esticar as Pernas

Padrão

Bem-vindo seja o projeto trazendo estatísticas sobre a corrupção, mas maldito seja o problem original — a falta de correspondência entre a percepção, a única medida, bem, media por muitos projetos sobre o fenómeno e a incidência.

Coligido desde janeiro de 2004, Deu no Jornal é um banco de dados online de noticiário sobre a corrupção publicado em cerca de 60 veículos diários de todo o país [veja remissão abaixo]. Consulte-o sempre. As estatísticas do Deu no Jornal são atualizadas semanalmente. Elas ajudam a compreender por que os públicos de diferentes estados são mais ou menos (des)informados sobre assuntos relacionados à corrupção.

.Assim, se antecipo podendo fazer bom uso do núméros fornecidos — faria um bom exercício no uso de Drupal — se houver. Na verdade, o banco de dados enfoca a repercussão de vários jornais a determinado casos e não dados cumulativos sobre casos, o que seria útil pelo pesquisador.

Você sabe o que eles sabem, né ná né? O azar é de quem acredita o que dá no jornal.

Tampouco vou me esquecer de anomalias como o fato de, enquanto a taxa de homicídios diminuiu 30%, no mesmo período, a incidência de “desaparecimentos” subiu 200% — que dizer que triplificou.

Cadê aquela planilha? Achei que tivesse subido um “screenshot.”

O Brasil não tem fama de campeão internacional no acesso a dados em forrmato útil à impresa, pesquisadores, e a população.