O Tabacão Simpatiza Com Sua Dor?

Padrão

Deu no Relatório Reservado:

As esfumaçadas doações das Fundações Bill Gates e Michael Bloomberg à Aliança pelo Control da Tabagismo no Brasil (ACTBr) estão na mira do governo.

Não menciona o porque desse olhar cabeludo. RR é muito assim às vezes: críptico.

Mas se eu tivesse que dar um chute, eu diria que se trata de uma tentativa de neutralizar as imagens horrorosas no maço de cigarro brasileiro com imagens positivos de pessoas ajudando as vítimas da doença;

Mas vamos ver. Lhes pergunto: onde está o Brasil no processo de responsibilizar os BATs e Souza Cruz do mundo pelo estrago econômico feito pelo vício?

O discurso da “minimização de prejuizo” — escuta a Soninha alguma vez, é o dicurs dela sobre maconha e hoasca — e onipresente. Não podendo acabar com a praga pondo um fim às empresas que fabricam-na, nós buscamos

a diminuição do impacto sanitário, social, ambiental e econômico gerado pela produção, consumo e exposição à fumaça do tabaco. É composta por representantes da sociedade civil comprometidos com o controle da epidemia tabagística.

Verdade seja dito, porém, o pioneirismo do então Prefeito Bloomberg em barrar fumo em espaços fechados foi algo admirável no meu ver — apesar do meu próprio vício. (E difícil digitar com um cigarro entre os dedos, mas eu consigo.)

A campanha parece bastante legítima. Se os bilionários querem doar os bilhões, podiam fazé-lo em piores causas. E de fato fato têm feito no passado: a aliança de mal com Philip Morris que deu à luz o Instituto Cato, por exemplo.

Anúncios