Dos Anais do Noticiário Imaginário | Google-ICOA

Padrão

Image

Graças à Internet, é bastante fácil poluir o fluxo de notícias com comunicados forjados.

Fonte: Reuters
Por: Jack Shafer
Tradução: C. Brayton

30 de novembro de 2012 — Ontem, algum comediante empreendedor fez uso da PRWeb para divulgar um comunicado falso sobre a suposta compra de WiFi fornecedor ICOA por Google por $400 milhões.

Associated Press, Business Insider, Forbes, TechCrunch e outros publicaram matérias sobre a suposta operação — sem buscar uma confirmação de Google. Pouco tempo depois, AllThingsD desvelou o comunicado como um fraude, e as redações enroladas faziam mea culpas por sua imperícia.

As vitimas da brincadeira tinham razão pela autocrítica, e os pedidos de desculpas pareciam sinceros. “A nota foi errada, a gente nem tentamos confirmar com Google e a outra empresa envolvida.Deveríamos ter aguardados uma confirmação sólida antes.” .

Nem precisa ser mentiroso muito talentoso para enganar a imprensa com uma falsa noticia. Atrevimento pode ser suficiente.

Em fevereiro, o jornal Madison Capital Times foi enganado por um «release» forjado sobre deputado federal Paul Ryan, pedindo ao Instituto Smithsonian a tirar certas cartazes dos seus arquivos.

Em abril, um release fictício sobre um suposto pedido de conselhos aos contistas de Bank of America enganou Dow Jones Newswire.

Em junho, um release forjado sobre  General Mills foi destaque no Dow Jones Newswire, WSJ Online, e Fox Business News antes que a falcatrua seja descoberta.

Em agosto, o Los Angeles Times foi duplamente ludibriado quando publicou uma matéria sobre uma farmácia — inexistente –reprimido pela polícia, fundamentada em dois «releases» impostores.

Infla e Desova

O comunicado Google-ICOA bem podia ter sido parte de um esquema «pump and dump» — o uso de boatos de manipular o preços de uma certa ação — segundo Technology Review.

O objetivo podia ter side manter um aumento de cinco vezes no preço das ações de ICOA por cinco horas, tempo suficiente para um operador no mercado colher lucro rápido.

Graças à Internet, é bastante fácil poluir o fluxo de notícias com comunicados forjados. Como a página da PRWeb sobre o preço do serviço explica, você pode mandar sua mensagem a “milhares do veículos jornalisticos” por apenas $189.

Anúncios