Deu no Times | Éxodos e Enganos

Padrão
Um vilarejo Potemkin

Um vilarejo Potemkin

Estou determinado de retomar meu blog em português, álias. Isso é um primeiro passo.

Ítem> Saudades da Ditadura | NYTimes.com.

SÃO PAULO, Brazil — No mês passado, mais que 142 mil brasileiros assinaram uma petição no site da Casa Branca estaodunidense. Pediam que o president Obama encarasse e por fime á “expansão bolivariana-comunista promovida pelo governo da presidente.”

Apos uma reportagem sobre as mais recentes manifestões — frequentemente essas são pequenos acumulações servem a mídia como figurantes nos seus vilarejos de Potemkin — Vanessa Barbara prova-se uma analista astuta mas meio torto.

Sobre o ódio da direita brasileira, ela explica as suas novas estratégias, mas ela cai na armadilha de equacionar 1,000 manifestantes como se fosse um movimento espontánea de massa.

Relatos de manifestantes pagos deslocado por onibus fretados para criar uma peça de kabuki no estilo de Tarantino, pequenos mas encrenqueiro, no lado de fora do Congresso.

A moça lá em Nova York cai na armadilha de equacionar 1,000 manifestantes como se fosse um movimento espontánea de massa. Agora, deu no International New York Times, com alguns caveats.

Quem é essa tal de Dilma?

Ela acaba de se reeleger por um triz: 51.4$ contra 48.5 milhões dos votos para um candidato de perfil mais conservador, Aécio Neves. Os militantes reclamam que as máquinas de votação são pouco confiáveis.

É mais certo chamar a presidente do Brazil como uma centrista do que um bolshevique.

A pesar disso, muitos tem medo do lobishomem comunista e estão prontos a tomar ação: passeatas, pedidos aos FFAA, até deixando o Pais. “Os brasileiros sentem-se sem esperança,” disse um ator num evento qualquer recentemente. “Cada dia vejo pessoas querendo mudar para Miami.”

E eu gostaria de morar na Zona Sul do Rio.

Dizem que as urnas electrónicso não são consistentemente confiáveis.

Também dizen que os pobres votaram na presidente apenas porque são dependentes dos programas de bem-estar, tal como a Bolsa Família, um estipêndio mensal alvejando a redução de pobreza.

Os que clamam pela intervenção de Tio Sam — imagina! As tropas de vocês na MINUSTAH enquanto nós tomam conta das zonas de guerra do Rio —  temem que nosso país se tornarasse uma nova Venezuela and se chamam as si mesmos como “os promotores de democracia e liberdade no Brasil,” se bem que alguns querem a volta da ditadura militar.

Agitprop é o Pulso do Público

Segundo uma pesquisa da Datafolha, mais brasileiras identificam-se mais com as idéias da direita, tal como o relaxamento de restrições sobre armas de fogo, do que opinavam no ano passado.

Apesar de que 58% da sociedade brasileira acreditarem que a pobreza resulta de um escassez de opportunidades, 37% acreditam que preguiça a explica. Isso foi uma  ponta de contraste nas debates durante a campanha. Um lado pregava meritocracia e menos apoio social, enquanto outro favorecia mais gastos do governo e gastos ainda maiores para reduzir desigualidade.

A nova ala direita passou a argumentar que o novo governo seja corrupto, apontando vários escándalos ligados á compra de votos e propinas pagadas durante a última década. Portanto, alguns chamam pelo impedimento (impeachment) da president, Rousseff. Caso fosse, seria substituido por seu vice, Michel Temer, do centro-direito PMDB (Brazilian Democratic Movement Party).

Lady in Red

A verdade é que o PT da Rousseff já está em no poder por mais que 11 anos and até agora não estabeleceu nemhuma pista da temida ditadura do proletariado. Ao contrário: Um partido previamente chamado de radical passava paulatinamente a aparecer  centrista, adotando muitas das práticas dos seus riváis neoliberais. Empregou políticas econónimas ortodoxo para manter a estabilidade do mercado.

Não há nacionalizado ativos. Na verdade, favorecia a privatização de portos, rodovias and aeroportos. E os novos ministros da Rousseff incluem a aliada de agronegócios e nemesis de ambientalistas, Katia Abreu, como ministra de agricultura, e um banqueiro conservador, como ministro da Fazenda.

Nesse ano, a renda de bancos Brasileiros cresceu 26.9%. Segundo a pesquisa “Top 1,000 World Banks” — Os 1,000 Mais Bancos Mundiais — Brazil é classificado no sétimo lugar classificado segundo lucro.

Esses são fatos. Mastiga-os e engole. Segundo Barbara,

É mais certo chamar a presidente do Brazil como uma centrista do que um bolshevique.

A pesar disso, muitos tem medo do lobishomem comunista e estão prontos a tomar ação: passeatas, pedidos aos FFAA, até deixando o Pais. “Os brasileiros sentem se sem esperança,” disse um ator num evento qualquer recentemente. “Cada dia vejo pessoas querendo mudar para Miami.”

Muitos? Os números citado acima são irrisórios

O Culto de Cargo

Nas ilhas de Micronésia têm tribus que cultuam a vinda do exército norteamericano há 60 years. Eles constroem facsimiles rudos de equipamento militar, na esperança de atrair os Iánques de volta — uma volta a sua época dourada.